Duas linhas ninguém pode atravessar

by 21:58:00 0 comentários


Guinada
Contra a mão
Um aperto
Guirlanda esquecida
Sem lar é travessia
Dezembro de fome
Pináceas e intentos
Partido contra o diminutivo
Abandono do limbo
Tanto quis
Ninho
Limbo
Ninho
Agora
~
Alcatrão
Sem acostamento
Ponteiros do cinzeiro indicam
Oito e quarenta e oito para o meu amor
Afogado no calendário em janeiro
Acordou de fevereiro
Vênus de asfalto
Amarelo
E vestido sem linha
Contramão
No céu um paramedo
Para, medo
Vou vomitar de tanto rir
Nas costas dos teus segredos
No fechar do guarda-chuva no deserto
No atravessar da linha
Sem vestido
Amarelo

Eu vou
Você vem

Duas linhas ninguém pode atravessar


Tiago André Vargas

16.12.2013


Imagem de Banksy.


Tiago André Vargas

Developer

Pesadelo de camaleão é que tem só uma cor.

0 comentários:

Postar um comentário