Crença convença

by 15:52:00 1 comentários

Os melhores caminhos
Sem a mão de fauno
Não existe destino
Tão pouco respaldo
Correr sem crer
Pois crença aleija ímpeto
Então mira no infinito filho
Ele tem e quem não tem, não tem quem tem. Têm?
Prestem atenção
Desprezem a atenção
Um propósito não nasce no depósito
Tem que querer até doer
E se não doer ta apósito
Força filho
Quando sangrar não para
As pedras estão aí
Fazendo castelos ou calçadas
Elevada ou plainada
Nas nuvens e amuradas
Se carregas flores ou enxadas
Pouco importa
Desentorta
O que vale é o que se espalha
As sementes que se larga
Se vai nascer?
Só crer

Autoria de Tiago André Vargas
Fotografia de Chelsea Kay.

Tiago André Vargas

Developer

Pesadelo de camaleão é que tem só uma cor.

Um comentário:

  1. Existe algo na tua escrita que me agrada. Não sei o que é...e talvez por isso me agrade.

    ResponderExcluir